sábado, 30 de abril de 2011

De casa ao trabalho pedalando...

video

Pedalando até o trabalho faz-me sentir mais disposto. O Sol da manhã é muito saudável e o vento batendo no rosto me acorda para o trabalho.
Algumas pessoas acham que sou pão duro, pobretão pelo fato de ir ao trabalho de bicicleta e não entendem o prazer de pedalar. E então quando ponho a barra da calça por dentro da meia para não sujá-la?!! hehehe...tá certo, bonito não fica não, mas mantenho-a limpinha. Como diz o ditado: "Eles riem de mim por ser diferente e eu rio deles por serem todos iguais".
Eu recomedo...experimente e verás!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Domingão sem Faustão!!! Que maravilha!

Ao invés de ficar dormindo até às 9:00 h como de costume nos domingos, neste domingão acordei às 7:00 h e saí para pedalar com dedicação.
Regulei as marchas da minha máquina e logo a frente encontrei outra máquina muito maior que a minha e esperando sua hora para entrar em ação. Aliás, estou torcendo para que inicie seu trabalho para reduzir o preço do álcool nas bombas.

 Recomecei a pedalada, muito areião, o que fazia com que meu esforço fosse bem maior. Contudo, ao levantar a cabeça e visualizar o caminho pela frente me deparei com esse visual abaixo. Grandes subidas. Isso não era nada quando eu comparava com minha outra opção que tinha na cidade. Assistir Faustão, ou Didi, ou Eliane, ou Celso Portioli, enfim, sem condição.
 Sorte que tinha levado meu canivete doado por meu pai. Parei três vezes só para desfrutar da cana à beira da estrada. Uma delícia!
 Pedalando ao meio dia o Sol mostrava sua força. Acho que comecei a ter vertigem e encontrei esse bicho esquisito que fazia sua caminhada pensando em emagrecer. Hahahahaha...olha a perninha dele. Qualquer semelhança com a minha é mera coincidência.
 Logo mais, quando estava quase desistindo de pedalar embaixo daquela lua, recebi um aviso em forma de uma placa que dizia: VAIK E VAI. Então, segui o aviso e continuei pedalando.
 Parei novamente para tirar uma foto, mas o capim atrapalhou e escondeu minha bike.
Pedalando, passei por está paisagem que me chamou a atenção. Lembrei de um quadro que ficava na parede da casa de minha avó Ana em Aquidauana. Era bem parecido com esta imagem.
 O calor escaldante me convidava para um "tibum", mas nesse caso não achei acesso para me banhar. Então, fiquei satisfeito com um simples retrato.
 De volta à Naviraí, tive uma recaída e acabei estacionando meu veículo num posto de combustível. Fiz questão de marcar este momento nada agradável. O preço do combustível é um convite para deixar o carro em casa e pedalar. É engraçado que eles colocam a propaganda do preço exorbitante do combustível. Aí, nossa cabeça fica quente e logo abaixo eles já avisam que tem gelo. hehehehe...isso que é marketing.

Finalmente, após um dia maravilhoso de pedal, fui direto ao clube da cidade nadar.
Quilometragem pedalada: 60 km exatos.
Horas de pedal: 3:30 horas.


quarta-feira, 6 de abril de 2011

Estou zero!!

Depois de entrar na academia e fortalecer os músculos da perna tô zerado!!! Agora é manter os músculos fortalecidos e continuar pedalando numa boa. Fazer musculação em princípio é muito chato, eu particularmente não gosto, mas conforme você vai vendo resultado no corpo começa a ficar legal.
Abraço a todos!

Postagens populares